Trânsito Seguro Dicas

Dicas para um Trânsito Seguro

Em 1769, surgiram os primeiros automóveis e com a ajuda do motor á vapor, pessoas começaram a utilizar esse novo meio de transporte. Mas com o passar do tempo, a produção desses automóveis começou a crescer e hoje já somam aproximadamente em 1,015 bilhão de automóveis em geral no mundo inteiro.Como consequência, o trânsito das principais cidades e estradas do mundo todo começaram a ficar mais perigosas, acarretando em diversos acidentes e mortes e o Brasil é um dos principais países a sofrerem com esse problema.

transito-seguro

TRÂNSITO BRASILEIRO

O Brasil atualmente é o 4º país do mundo com maior número de mortes no trânsito, o que demonstra a falta de disciplina e atenção dos motoristas brasileiros. Segundo uma pesquisa feita pelo Observatório Nacional de Segurança Viária e o Sindseg-SP, 40 mil pessoas morrem por ano em acidentes de trânsito no país.

As principais causas de acidente de trânsito no Brasil são:

-Excesso de velocidade

-Falta do uso do cinto de segurança

-Uso de bebidas alcoólicas

-Falta de atenção

O último motivo citado pode ser provocado por diversos fatores como, por exemplo, o uso do celular e a falta de atenção à sinalização de trânsito, o que poderia ser facilmente evitado se os motoristas tivessem mais responsabilidade.

ESTADOS BRASILEIROS COM MAIS MORTES NO TRÂNSITO

Os cinco estados brasileiros com maior média de mortes no trânsito são:

1-Rondônia: 42,4 mortes/100 mil habitantes;

2-Tocantins: 40,9 mortes/100 mil habitantes;

3-Piauí: 38,4 mortes/100 mil habitantes;

4-Mato Grosso: 38 mortes/100 mil habitantes;

5-Espírito Santo: 33,2 mortes/100 mil habitantes.

dicas-transito-seguro

DICAS PARA MELHORAR O TRÂNSITO

Para melhorar a situação do trânsito no Brasil é preciso colocar em prática algumas medidas que ajudem o trânsito brasileiro à ser mais seguro e fluído, como por exemplo:

-Conscientizar o motorista sobre a responsabilidade dele no trânsito, promovendo campanhas de orientação automobilística e debates entre autoridades competentes (DETRAN) e os cidadãos que utilizam algum tipo de automóvel;

-Melhorar o transporte coletivo (como construir faixas exclusivas para esses transportes e o reajuste acessível nos preços das passagens) para que as pessoas possam aproveitar esse tipo de locomoção promovendo assim, a diminuição de acidentes no trânsito;

-Construir ciclovias para incentivar as pessoas, através de propagandas e anúncios, á utilizarem bicicletas para se locomoverem, causando menos acidentes e também combatendo a poluição que os automóveis em geral provocam;

-Promoção para a construção de meios de locomoção alternativos como metrôs, Trem (veículo sobre trilhos que não é subterrâneo e aproveita canteiros e outras faixas por onde não passam carros, de forma rápida e sem tráfego) e também o transporte em rios (aquaviário);

-A aplicação de multas mais pesadas (um exemplo é ajustar a punição para quem é pego dirigindo bêbada) para que o dinheiro das multas seja diretamente aplicado ás melhorias que se faz necessárias no trânsito brasileiro como em buracos nas ruas, sinalizações, etc.;

-Promover, em grandes centros e cidades, um rodízio de carros, fazendo com que não haja engarrafamentos muito grandes, que o trânsito flua com maior rapidez, e que as ruas e principais avenidas tenham mais segurança.

CONTATO PARA EMERGÊNCIAS

Em casos de acidente de trânsito que necessitam rápidas ajuda médica, ligue 193.

Leia Mais